• Graziela S. Teixeira

Sol em Aquário

Atualizado: Jan 24


O Sol ingressou em Aquário dia 21/jan, 11º arquétipo(padrão) ou vibração da consciência humana. Todos os signos estão de alguma forma relacionados com todos os outros, pois formam juntos uma unidade, ou seja a roda zodiacal; assim como cada um de nós somos um mix único destas vibrações que nos constitui como indivíduos.



ELEMENTO AR

Os signos do elemento AR são: Gêmeos, Libra e Aquário.

De acodo com a classificação dos Tipos Psicológicos de Jung, o elemento AR está relacionado função do pensamento. Resumidamente tipo psicológico é descrito como uma disposição geral que se observa nas pessoas em termos de interesses e habilidades; é um “estado da psique preparada para agir ou reagir numa determinada situação”. Jung (1967)


O AR também está relacionado aos processos de relacionamentos e interações sociais. Estes signos são responsáveis pelas trocas e interação com as pessoas, e também com a sociedade e o coletivo. Como elemento de polaridade positiva, yang e masculina, signos de ar são considerados tipos extrovertidos, qualidade necessária para as interações.


É possível fazer este levantamento dos 4 elementos no seu mapa astrológico e traçar o seu temperamento/tipo psicológico, basta acessar o site https://www.astrolink.com.br

Em EXCESSO do elemento Ar pode proporcionar grande dependência das relações/outro, de reconhecimento, excesso de sociabilidade com perda da noção de individualidade, agitação mental, chegando ao ponto de exaustão física e psíquica. Também pode ocorrer de ficarmos demasiado no mundo das idéias podendo não chegar a materializar as coisas na vida prática.

Na FALTA pode gerar dificuldades em relacionamentos, falta de sociabilização, isolamento, a falta interesse em ouvir, aprender e avaliar outras possibilidades diferentes do nosso ponto de vista.



RITMO FIXO


Signos Fixos estão associados ao auge das estações; se pensamos num processo completo de início-meio-fim, os signos fixos representam o “durante”. Eles tem a força para concentrar, preservar, manter, sustentar as estações (e ações) iniciadas pelos signos cardinais.

Os signos fixos do zodíaco são: Touro(terra), Leão(fogo), Escorpião(água) e Aquário(ar) - um de cada elemento, um de cada estação do ano. Como um signo fixo de ar, a vibração aquariana traz pensamentos fixos, característica necessária para sustentar uma idéia inovadora que irá promover uma revolução no status quo. Aquário representa a época do ano do auge da estação do inverno no hemisfério norte, onde a natureza se recolhe, há muito gelo e neve. Quem nunca ouviu que os aquarianos são “frios”?



URANO - Regente moderno de Aquário


A descoberta do planeta, de certa maneira, representa o surgimento do arquétipo correspondente na consciência da psique coletiva, afirma Richard Tarnas (1995).

As condições astronômicas do descobrimento de Urano nos contam sobre algumas características o signo de Aquário. Em 1781 foi o primeiro planeta descoberto através de uma invenção tecnológica humana: o telescópio, rompendo com a tradição e quebrando o padrão, pois todos os outros planetas do sistema solar (do Sol até Saturno) são observáveis por olhos humanos. Sabemos que Inovação e rompimento de antigos padrões são qualidades das mais populares de Urano e Aquário. A partir da descoberta de Urano, o sistema solar dobrou de tamanho. Expandir limites e ganhar mais espaço é também uma marca desta vibração.

Outra importante observação na descoberta de um planeta é o período histórico e cultural. Naquela época foi o auge do Iluminismo, um período de grandes revoluções como a Revolução Industrial, as Revoluções Francesa e Americana, e o Romantismo. Podemos perceber nesta época mudanças rápidas; celebração do progresso humano; muitas invenções e tecnologias; revolução na arte e na literatura; exaltação da liberdade de criação e a elaboração da Declaração de Direitos do Homem;


SATURNO - regente antigo ou co-regente de Aquário

Antes da descoberta de Urano, o regente deste signo era Saturno, planeta das estruturas, das regras e normas coletivas da sociedade que estabelece padrões de conduta e julgamentos, das exigências e do pragmatismo. Sim, Saturno é também regente de Aquário e podemos verificar em pessoas com ênfase aquariana no mapa astral que podem manter-se com características mais “uranianas” ou se mostram mais “saturninas”, devido à esta co-regência. Saturno é o grande castrador, aquele que nos coloca limites na vida para desenvolvermos a autoresponsabilidade. Só podemos ser livres (Aquário) se somos responsáveis (Capricórnio). Não há liberdade sem compromisso e sem responsabilidade. Até os rebeldes precisam se comprometer com alguma causa, serem responsáveis por aquilo que lutam.



No livro “Prometheus the Awakener” (1995), Richard Tarnas nos explica que os arquétipos planetários e os significados astrológicos podem ser compreendidos por três aspectos ou níveis: 1) arquétipos psicológicos de Jung, inconsciente coletivo e sincronicidade; 2) arquétipos filosóficos Platônicos, das Idéias e Formas; 3) arquétipos mitológicos.

Entre os astrólogos contemporâneos é consenso que o planeta Urano está empiricamente associado com o princípio da mudança, rebelião, liberdade, liberação, revolução e uma inesperada quebra de estruturas; também com a excitação, surpresas, insights, revelações, despertar de consciência; brilhantismo intelectual, invenções, criatividade, originalidade e excentricidade. Porém na mitologia, Urano (Uranus, Ouranos) é o deus primordial do céu que junto com a Deusa da Terra Gaia fazem parte da criação dos mitos Gregos. No mito ele foi destronado por seu filho Saturno e portanto Urano mitológico não é o que causa a revolução mas sim o que resiste à ela. Neste sentido o mito de Urano é diferente do significado planetário astrológico.


O nome do planeta dado pelos astrônomos foi uma convenção baseada da lógica do século das luzes, em que foi respeitada a ordem mitológica: o planeta Júpiter é seguido pelo planeta Saturno, seu pai mitológico, e nesta sequência deram ao novo planeta descoberto o nome de Urano, pois é o pai de Saturno. Para a construção do significado astrológico de Urano, o autor traz o mito de Prometeu e não de Ouranos. Stephen Arroyo em “Astrologia, Karma e Transformação” também faz esta comparação do Urano astrológico com o mitológico Prometeu.

O nome Prometeu é de origem grega e significa "o pré-vidente" ou aquele que "vê de antemão". Ele traz características para o Urano astrológico: a razão humana; a autonomia individual; lutas contra sistemas de crenças e costumes; revoltas contra a realeza, aristocracia, religiões, privilégios sociais e opressão política; Liberdade e Igualdade;


Quem foi Prometeu? Simplesmente o criador dos homens e da humanidade.

No mito, Prometeu ousou e se rebelou contra o rei dos céus Júpiter, quebrou um tabu roubando o fogo dos deuses para entregar aos humanos. Pela sua rebeldia Prometeu sofreu as consequências por seus atos e foi terrivelmente castigado: exilado e amarrado aos rochedos de Cáucaso foi torturado por uma águia que comia seu fígado durante o dia e que se regenerava durante a noite.

O fogo é um dos mais antigos símbolos da humanidade. Em uma das versões, Prometeu acende sua tocha na própria roda do Sol, o que astrologicamente faz bastante sentido pois Aquário/Urano tem como signo oposto e complementar Leão/Sol. Este mito reflete o desenvolvimento e a organização da cultura humana e, ao mesmo tempo, o desenvolvimento do homem como indivíduo. Segundo Jörg Rasche médico psiquiatra e terapeuta junguiano, algumas fatalidades tem o lado inibidor e também libertador e que "sofrer" uma destas fases é ter de abandonar subitamente a segurança que se dispunha até o momento pela necessidade de enfrentar uma situação nova e inesperada. [...] O homen tem de se orientar, juntar todas as suas forças e descobrir um novo caminho. Trata-se de uma mudança necessária. ("Prometeu", 1992 p.56).


Um estado que não se modifica não tem "sentido", assim como não o tem um sofrimento que não acarrete uma mudança.
"Eu mesmo alimento a causadora do meu atroz sofrimento, que me mancha a vida com eterna dor." por Ésquilo

Como todo signo, Aquário também tem sua sombra. Assim como Prometeu não só deu aos homens o dom do fogo, mas também a sombra dele e também a esperança de Pandora. Está o homem acostumado a pensar que tudo pode, que é superior na cadeia da vida, que pode manejar a natureza e os animais devido à sua inteligência, sua astúcia, sua capacidade de inovação frente aos limites impostos.

Com a entrada de Urano no terreno signo de Touro (onde ficará por 7 anos) estamos sendo convidados a repensar os impactos e as consequências da ação humana no planeta terra. Touro diz respeito a posses, terra, meios de produção, alimentação e dinheiro e Urano com mudanças de padrão, inovação e rupturas. A natureza está chamando nossa atenção para que possamos, enquanto humanidade, restabelecer a conexão com nossa origem, com o próprio planeta Terra. Vale lembrar que no mito, Prometeu e seu irmão Epimeteu fizeram o homem primordial a partir do barro, portanto somos feitos da junção da Terra com a Água.


"O acontecerá?

O que nos trará o futuro?

De nada sei, nada consigo prever.

Quando uma aranha se lança no vazio desde um ponto determinado

enfrentando as possíveis consequências,

ela apenas vê um aposento vazio à sua frente,

no qual não consegue se firmar, por mais que se debata.

Comigo acontece a mesma coisa: diante de mim, vejo uma sala vazia;

o que me força a prosseguir é a consequência

do que ficou para trás.

Esta vida está às avessas; é horrível,

é impossível suportá-la."

- por Soren Kierkegaard



Parabéns à todos as aquarianas e aquarianos que trazem em si a semente do novo!


Beijo com carinho

Grazi

0 visualização

Tel/Whats: (48) 9 9999-0541