Solstício de Verão


Final de ano: período que nos unimos à família, amigos e pessoas queridas para as festas. E o que de fato estamos celebrando? Nos dias de hoje, aqui no ocidente, o Natal é mais conhecido pelo nascimento de Jesus - um marco para os cristãos. Etimologicamente Natal significa nascimento e desde as antigas civilizações pré-cristãs este momento sempre foi comemorado, pois é o Solstício de verão no Hemisfério Sul e de inverno no Hemisfério Norte, quando o Sol entra no signo de Capricórnio.

Solstício é quando o Sol atinge o ponto mais baixo da eclíptica no Hemisfério Sul, próximo ao dia 21 de dezembro. Também conhecido como “Sol Invencível”, que após o período de maior obscuridade, retorna o movimento de ascensão, ou seja, o retorno do Sol, da Luz, da Vida.

O astro Sol é o centro do nosso sistema solar, ponto central em volta do qual giram todos os planetas, e é ele quem gera vida aqui no nosso planeta Terra. Simbolicamente o Sol, na astrologia, significa vida, consciência, luz, clareza, foco, inteligência, natureza e também nossa essência. Estamos portanto comemorando a ascensão da vida, do sol, de Jesus, dos seres de Luz e da vida de luz em cada ser humano.

Este Solstício é quando o Sol entra na faixa zodiacal de Capricórnio e este ano especialmente acontece em conjunto com Saturno, retornando ao seu signo depois de quase três décadas. Esta entrada de Saturno no signo de Capricórnio em pleno Solstício não acontecia desde 1870, portanto um momento especial.

Saturno, o regente deste ano de 2017 e dos próximos 36 anos traz a persistência e a disciplina necessárias para a construção da nossa identidade, com foco e determinação. É necessário certa dose de esforço reconstruir, para renascer, para nascer. Nada melhor que Saturno em Capricórnio para nos ajudar e não desistirmos facilmente desta empreitada: a de ascendermos como seres humanos de luz.

Capricórnio é representado pela cabra montanhesa, símbolo de maturidade, esforço, dedicação, perseverança, conquista, e sucesso. Esta cabra tem a cauda de peixe, símbolo associado ao cristianismo, com a era de Peixes. Saturno e Capricórnio tem a ver com trabalho, o sacrifício (sacro-ofício) para alcançarmos o sucesso, neste caso o nascimento do ser humano crístico.

O mapa deste Solstício vem com o Meio do Céu (ponto mais alto do mapa) também em Capricórnio, em conjunto com o planeta Plutão, nos lembrando que é “morrendo que se vive para a vida eterna”. Poderemos nos sentir impotentes diante das condições de mundo desafiadoras, mas lembremos do nosso compromisso, de não desistir, pois neste caso o tempo é nosso aliado.

Neste mapa do solstício recebemos toda esta potência de Planetas : Sol, Saturno e Plutão em Capricórnio para nos ajudar na escalada mais desafiadora que cada um enfrenta nesta existência: de atingir o cume mais elevado da nossa condição de seres humanos ligados ao aspecto divino e não apenas aos aspectos telúricos.

Você pode imaginar como seria subir uma montanha, como o Monte Everest, com uma mochila pesada nas costas? Para se escalar ou subir uma montanha desafiadora é preciso planejamento e organização. Carregar uma mochila leve, contendo o estritamente necessário para a sobrevivência, é que vai garantir que o objetivo seja alcançado.

Depois desta primeira etapa do planejamento e estratégia, da separação do que é essencial e do que é supérfluo podemos começar a jornada que vai exigir esforço, dedicação, perseverança, compromisso e ritmo. Por mais que apareçam distrações pelo caminho, belas paisagens, pessoas que encontramos, é preciso ter foco, não desperdiçar o tempo, manter o planejado para que se atinja o objetivo de alcançar o cume da montanha. Este cume representa o nosso renascimento, a vitória da luz sobre a sombra.

Sol e Saturno em Capricórnio estão na casa 9 do mapa neste Solstício, área esta relacionada a nossa identidade mais elevada, aquilo que podemos alcançar de melhor como seres humanos, mais próximo ao divino, por isso é relacionado às crenças, filosofias, religiões, ao “religare”, à ética e moral. Saturno e Sol em Capricórnio nesta área da vida pede o nosso compromisso em sermos a melhor versão que pudermos de nós mesmos. Lembremo-nos que somos feitos à imagem e semelhança de Deus.

Este Sol-Saturno faz um aspecto de trígono com Urano em Áries no Ascendente, outra casa de identidade que representa nossas atitudes e nosso modo de agir. Urano, planeta que fala da liberdade, em Áries que também representa identidade com liberdade, sugere mudança no padrão de comportamento para nos mover em direção a esta meta mais elevada. Aproveitemos este quantum de energia de ação para nos mover em direção a este objetivo: o de atingirmos o nosso cume pessoal.

Júpiter e Marte estão juntos no signo de Escorpião, nas casas 7/8, para nos impulsionar a fazer uma limpeza emocional, jogar fora o lixo tóxico de emoções guardadas, tais como: raiva, ódio, ciúme, inveja, apegos e ressentimentos profundos que vamos acumulando ao longo da vida principalmente aqueles oriundos dos relacionamentos com pessoas que são mais próximas e que temos vínculos de intimidade. Muitas vezes atacamos justamente as pessoas que nos cuidam e que que temos intimidade.

Vênus, o planeta do amor, da beleza e também dos valores e mecanismos de escolhas está em Sagitário na casa 9 junto com Sol-Saturno. Sugerindo uma reflexão sobre os nossos valores, a que atribuímos valor, o que é valor para cada um de nós? Sagitário e a casa 9 sugerem valores mais elevados, mais éticos, mais humanos, mais próximo ao divino do que ao terreno. Podemos fazer escolhas melhores, mais justas, mais éticas quando temos uma boa base de valores.

Mercúrio, também em Sagitário e na casa 9, está retrógrado e com aspecto tenso com Netuno. Em movimento retrógrado é preciso revisar nossas crenças, rever nossos conceitos. É preciso tomar cuidado com o que imaginamos, com a nossa mente intelectual, pois neste período podemos estar confusos e iludidos a respeito de quem realmente somos, ou achamos que somos. Neste caso, o melhor a fazer é conferir se aquilo que imaginamos que somos realmente se aplica à prática e verificar se há uma coerência entre o pensar e o agir, e neste caso o que vale é a prática e não a teoria.

Por último temos ainda o Nodo Norte em Leão pedindo para nos conectar com a nossa essência, nosso coração, com as qualidades da generosidade, do amor, da alegria e da pureza, da espontaneidade, com a consciência de que todos somos seres únicos e especiais, cada um à sua maneira.

Que todos possamos despertar, viver nossa essência, ser luz, emitir luz, assim na terra como o astro Sol do céu. Que assim seja, e assim é.

Feliz Festas!


Com carinho

Graziela S. Teixeira

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Tel/Whats: (48) 9 9999-0541