Lunação de Março - Peixes

A Lunação deste mês de Março ocorre no último signo do Zodíaco, Peixes, no grau 26º53’. Também em março teremos duas luas cheias (02.03 e 31.03) e ainda o Ingresso do Sol no primeiro signo zodiacal, Áries, marcando o início do Ano Astrológico de 2018, dia 20 no Equinócio de março.

A Lua nova em si já nos remete a um movimento de recolhimento, de introspecção, de interiorização para que possamos ficar mais conectadas com nosso mundo interior e nos preparar para um novo começo, para uma nova etapa, um novo mês, um novo projeto. Neste sentido de ir cada vez mais para o universo interior, esta lunação ocorre no insondável universo de Peixes, o último signo, aquele que encerra a jornada zodiacal. É o encerramento dos encerramentos. O fim dos fins. O fechamento de um grande ciclo de um ano. Momento de revisão, retrospectivas, aceitação pelo que já foi, busca pela compreensão dos aprendizados num outro nível de consciência.

E para que haja o novo, é preciso que se feche um ciclo.

A lua nova nos remete ao momento da semeadura, de gestar uma nova vida para o período que seguirá logo em seguida, assim também é o retorno ao signo de peixes, para este signo de águas profundas e que em si está registrado todas as memórias da humanidade, das nossas origens, de onde viemos e para onde retornaremos um dia. Antes de algo nascer (Áries) e seja apresentado mundo exterior, há uma etapa anterior que é esta gestação no grande útero cósmico, dentro de cada um de nós. Esta conexão que fazemos com algo muito além de nós mesmos, esta sabedoria que vem da Fonte é o primordial momento da criação e também da total dissolução. Onde o um se torna o todo e onde nos sentimos todos como um. Um grande oceano sem barreiras, sem nomes, sem identidade separada. Consegue se imaginar num universo como este? O signo anterior, Aquário, é como que uma forma de treinamento ou aquecimento para chegarmos no signo de Peixes, no sentido que este revolucionário signo de Aquário rompe com todas as estruturas estabelecidas para que se possa viver numa sociedade mais igualitária e fraterna. Pra chegar em Peixes precisamos antes desse pensamento Aquariano, pois sem esta abertura para o pensamento coletivo, jamais conseguiríamos chegar a essa dissolução total do sentido do eu que peixes nos convida. Aqui é onde todos somos realmente um, nos dissolvemos do conceito limitado do eu e passamos a sentir como uma gota no grande oceano, como um átomo desse grande universo e nos conectamos com algo muito maior do que jamais alcançaremos imaginar com nossas mentes limitadas. Esta é experiência de completo êxtase: o momento que o pequeno eu desaparece e surge em seu lugar algo inexplicavelmente grandioso, como a totalidade. A nossa pequena mente se unindo a mente cósmica. O nosso pequeno eu se unindo à grande energia Criadora do Universo. Onde não há mais limites físicos, nem de tempo e espaço. Estamos conectados profundamente com o Todo. Fica mais fácil, agora, compreender porque este signo está relacionado a compaixão, altruísmo, sacrifícios, à figuras do “salvador” ou “redentor”, aquele que tira as dores do mundo, pois a dor do outro é sentida como dele também. Outras características relacionadas à peixes são a sensibilidade, a sensitividade, a sutilidade, conexão, espiritualidade, artes visuais, música, inconsciente coletivo e por outro lado todas as formas de fuga e escapismos deste mundo para atingir outros estados de consciência, ou se anestesiar, ou fugir da realidade como: bebidas, drogas ou qualquer forma de adicção. Os vícios em geral são uma forma de sairmos de um estado de realidade e adentrar num outro. Estas são sombras deste signo. A inconsciência.

O céu está com Netuno (o planeta regente moderno de peixes) no signo de Peixes, o que o deixa bem potente. Sol Lua e Kiron também em peixes recebendo um aspecto harmônico de Júpiter (regente antigo de peixes, antes da descoberta de Netuno) que está no signo de escorpião.

Sol, Lua e Kiron estão em peixes na casa 11 e Júpiter em escorpião na casa 7. São duas áreas que falam de relacionamentos. A casa 7, que vem antes, é o palco da vida que encontramos uma outra pessoa, seja ela um parceiro comercial ou mesmo um afetivo. É como se fosse uma preparação para nos relacionar com uma pessoa e estarmos prontos para depois nos relacionar com a sociedade, com grandes grupos, com a coletividade na casa 11. Duas casas de relacionamentos e dois signos de águas profundas, ou seja emoções e sentimentos. Júpiter promete a expansão e o crescimento a la maneira escorpiônica, ou seja, eliminando lixos emocionais que nos intoxicam. É um convite para que possamos limpar do nossos sistemas de crenças todas aquelas emoções que ficaram de relacionamentos anteriores, que já ficaram no passado e que de certa forma já morreram mas que continuam dentro de nós muitas vezes nos intoxicando na relação atual que estamos levando. Escorpião é também um signo que sabe dar fim para as coisas, colocar um ponto final, limpar a sujeira, botar luz na sombra das nossas emoções mais densas e difíceis de encarar, principalmente quando estamos desnudos de alma diante de um outro, quando vivemos um relacionamento a dois. Aqui o convite é para limpar nossas águas internas para que possamos viver um próximo ciclo de coração mais aberto, de maneira mais espontânea como o signo de Áries sugere.

Sol-Lua-Kiron em Peixes trígono Júpiter em Escorpião é uma varredura nas nossas feridas emocionais para que possamos realmente nos curar (Kiron o curador está presente nesta conjunção). Aproveitemos este chamado.

Marte está fazendo um aspecto desarmônico com Sol-Lua-Kiron. Ele está na cada 8 nos últimos minutos do signo de sagitário, de fogo, das metas, de sair em direção a algo e na casa 8 que é uma área da vida que entre outras coisas vai falar do resultado dos nossos relacionamentos de casa 7. Ás vezes queremos logo agir, tomar decisões, estabelecer metas e sair logo da crise, porém é preciso as vezes realmente sentir a fundo, não agir, parar, aquietar, para que possamos entrar em contato com nossas águas internas e esperar que fiquem calmas como de um lago e assim possamos enxergar o que está no fundo. Se ficamos o tempo todo no movimento, na luta, na ação estas águas ficam agitadas, formam ondas e não conseguimos ver o que realmente há por trás.

Vênus, Mercúrio já em Áries na casa 11 fazem um aspecto harmonioso com Nodo Norte em Leão na casa 3, novamente as áreas da vida que falam de relacionamentos, contatos, amigos, convívio social. Mercúrio e Vênus são comunicativos e apreciam a integração social, este aspecto favorece estar mais em contato com pessoas, grupos, irmão, parentes e colegas, animação e alegria garantida.

Dia 20 março o Sol entra em Áries e começamos um novo ano astrológico. Aguarde para as novidades desta importante passagem. Preparemo-nos para este nascimento de ano, nascimento de ciclo, nascimento de uma nova vida em nós.

Beijos com carinho, da pisciana-netuniana

Grazi

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Tel/Whats: (48) 9 9999-0541