Sol em Câncer


Dia 21 de junho às 12:54 o Sol ingressou no signo de Câncer trazendo outra tonalidade. Sempre que o sol adentra num signo diferente há uma mudança energética para aquele período.


Câncer é o quarto signo zodiacal. Continuando a jornada do ser humano, através dos 12 arquétipos astrológicos, podemos compreender melhor cada um dos signos pela posição em que ocupam nesta ordem cósmica.

Áries, signo impulsivo e corajoso de fogo, inicia a grande jornada, logo depois é preciso vir Touro, do elemento terra e ritmo fixo para estabilizar e dar sustentação às iniciativas arianas, em Gêmeos somos socializados e começamos os processos de aprendizagem e em Câncer somos convidados a criar vínculos e laços com o nosso clã, nossa família.

Aquele bebê que nasceu e se tornou indivíduo em Áries, foi alimentado no período de Touro, abriu outros canais de percepção e conexões que vem pela via cognitiva, mental e agora começa o aprendizado emocional, a se sentir pertencente, seguro e protegido por um lar. Estamos falando aqui dos processos de vinculação, de familiarização, de criar raízes, a base da segurança emocional quando nos sentimos pertencentes.



Elemento ÁGUA


Signos do elemento Água são: Câncer, Escorpião e Peixes

ÁGUA está relacionado às emoções, sentimentos e sensibilidade. Percebemos de maneiras diferentes a forma como somos afetados, mas todos somos afetados. Começando pelas relações com a família, a origem, na infância, passando pelas relações mais íntimas como nossos parceir@s, e até que nos sentimos conectados com tudo e todos à nossa volta.

O excesso do elemento Água pode proporcionar grande instabilidade emocional, flutuações de humor, excesso de sensibilidade, generalizações, falta de objetividade e materialização, permeáveis, moldáveis e sujeitos ao meio externo.

A falta pode gerar dificuldade de acessar o mundo subjetivo dos sentimentos e das emoções, falta de sensibilidade com as emoções e sentimentos de outras pessoas.



Ritmo CARDINAL


Signos Cardinais estão associados aos inícios das estações do ano. Eles têm o impulso para iniciar uma nova etapa, uma nova estação. São eles: Áries, Câncer, Libra e Capricórnio - um de cada elemento, um de cada estação do ano.

Câncer representa o início da estação do verão, no hemisfério norte, e do inverno no hemisfério sul.

Como um signo Cardinal, Câncer dá o impulso para os processos de criar vínculos e intimidade com as situações, coisas e pessoas. Ele precisa se familiarizar.



LUA, regente do signo de Câncer


Conhecemos bem a lua e as suas diferentes fases. Cada dia que olhamos para o céu a vemos de uma forma diferente, em um lugar diferente. Ela muda de brilho, intensidade e forma, todos os dias. Isso nos diz um pouco sobre o signo de câncer que também apresenta esta variação nos estados emocionais.

Fazendo uma analogia de Câncer com a casa 4 do mapa astrológico, esta é a área do mapa ligada ao lar, família, origem, casa, emoção, o aspecto psíquico que mora dentro de nós, nosso estado emocional interior, que muitas vezes não mostramos para ninguém, fica como se fosse ali numa caixinha, ou melhor num baú de memórias e recordações.

Lua tem o arquétipo da mãe, aquela figura que cuida, nutre, ampara, que protege sua cria de tudo e de todos. Vale lembrar que o ser humano é mamífero e portanto para nós a mãe tem um papel fundamental em nossa constituição psíquica.

Importante perceber a maneira como fomos criados, protegidos, amparados, como recebemos da mãe o carinho, o alimento e como foram as condições primordiais necessárias para o nosso desenvolvimento aqui na terra. Sem a figura da mãe (ou de alguém que faça este papel) não sobreviveríamos. Precisamos de alguém que nos proteja enquanto crianças e bebês, assim este ser humano se sente pertencente e seguro de si, pois sente que tem um lugar no mundo.

Quando algo neste processo é compreendido pela criança ou bebê como insuficiente, interrompido ou dificultado, pode virar patológico na vida adulta. Percebemos isso quando um adulto se porta como a eterna criança, ou seja, dependente de alguém que o alimente, o proteja e cuide, dependente de algo ou alguém que lhe dê uma estrutura que na realidade precisa desenvolver por ele mesmo.



Eixo Câncer-Capricórnio


Capricórnio é o signo oposto e complementar de Câncer. Isto significa que ao desenvolver as qualidades de Capricórnio podemos equilibrar os excessos cancerianos, que é a dependência ou co-dependência do outro e a insegurança.

Como todo eixo do zodíaco, um signo complementa e equilibra as deficiências e dificuldades do seu oposto.

Câncer, diante da necessidade de pertencimento, de se sentir seguro, pode passar a vida buscando esta segurança fora de si, projetando no outro, buscando um pai ou uma mãe fora, para que se sinta seguro e amado. Vai criando mecanismos de co-dependência, manipulações emocionais, se vitimizando, de forma que o outro esteja sempre ali ao seu lado para que ele se sinta seguro.

Capricórnio, com toda sua maturidade vem ensinar Câncer o trabalho da auto-responsabilidade. Trazer para si a responsabilidade sobre tudo que nos acontece é libertador, porque nos coloca em lugar de autonomia para resolver qualquer problema ou situação. Se não nos sentimos responsáveis podemos continuar no mesmo lugar da criança que pensa que algo fora dela é o responsável e cair na vitimização, sujeito a dependências emocionais e estruturais diante de uma outra pessoa ou de uma situação de vida. Ao nos responsabilizar por nós e por tudo que nos acontece, algo incrível acontece: nos tornamos co-criadores do nosso destino. Deixamos de nos sentir vítima do que nos acontece e nos tornamos participantes ativos e co-autores de nossa vida.



Neste ciclo de Câncer teremos dois eclipses fortes e especiais no ano.

Dia 02/07 às 16:16 teremos o Eclipse Solar Total no 10º37 de Câncer, intensificando os processos emocionais, familiares, de vínculo e pertencimento. E no dia 16/07, na lua cheia em Capricórnio teremos o Eclipse Lunar Parcial às 18:38 no grau 24º04’.

Este eixo do pertencimento e amadurecimento estará ativado e seria interessante ver em que casa do seu mapa esta temática está caindo.

Ótimo período para fazer um retorno às origens, resgatar memórias de infância, fazer as pazes com este passado e tudo que foi vivido, cicatrizando feridas emocionais, mágoas e ressentimentos.

Um bom exercício é reservar um tempo para o lhar para a nossa raiz, nossa matriz original, nossa árvore genealógica, nossos ancestrais, pai e mãe, avós e agradecer à todos por estarmos aqui hoje. Estamos aqui graças à todos os que vieram antes de nós, somos frutos desta grande árvore. É bom se pudermos nos recolher em nossa conchinha, nosso lado de dentro, nosso interior e acessar estas memórias emocionais, sentir o que está ali presente e pulsante. Se for possível, perdoar, agradecer o que se passou e principalmente, agradecer à vida que nossos pais nos deram.

Dar vida à alguém é o máximo do amor que podemos receber. À eles somos gratos, independente de qualquer outra coisa. Ser grato pela vida, receber a vida de nossos pais nos abre portaiss para viver com inteireza o nosso próprio caminho, nosso próprio destino.



Parabéns à todxs @s cancerian@s que fazem com que nos sintamos em casa, pertencentes, acolhidos e nutridos.

Beijos com carinho


Grazi

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Tel/Whats: (48) 9 9999-0541